Comboio de ajuda chega a cidade da Nova Zelândia atingida por terremoto

Por Charlotte Greenfield

WELLINGTON (Reuters) - Um comboio de 27 caminhões militares chegou nesta sexta-feira a Kaikoura, cidade da Nova Zelândia atingida por um terremoto, cinco dias depois da comunidade costeira ser completamente isolada por enormes deslizamentos de terra causados por um tremor de magnitude 7,8 que matou duas pessoas.

O comboio, adiado na quinta-feira por conta do mau tempo, levou alimentos, suprimentos médicos e uma equipe de engenheiros civis, disseram autoridades.

Helicópteros também levaram provisões para a cidade partindo de embarcações da Marinha ancoradas no litoral desde que o terremoto ocorreu, no início da segunda-feira. Mais de mil turistas e moradores foram retirados da pequena cidade de pescadores, uma base popular de avistamento de baleias na ilha da Nova Zelândia.

Iniciativas de ajuda por mar, ar e terra irão continuar a abastecer a localidade de cerca de dois mil habitantes, já que as estradas permanecem interditadas ao público.

"Nossa gente vai ficar lá por muito tempo", disse uma porta-voz da Força de Defesa da Nova Zelândia.

Nem todos os turistas foram embora, e a mídia do país noticiou que um parlamentar local e o proprietário de um motel se queixaram de que alguns deles estão passando as noites bebendo e festejando para aproveitar as "férias baratas" enquanto os moradores tentam limpar os estragos.

Navios de guerra de Austrália, Canadá e Estados Unidos, que estão no país para o 75° aniversário da Marinha neozelandesa, também estão auxiliando na recuperação de Kaikoura.

O custo do terremoto pode chegar a quase 8,4 bilhões de dólares, o que provavelmente irá onerar as finanças do governo e pode levar seu orçamento a voltar a ficar deficitário depois de dois anos de superávit, de acordo com analistas. 

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos