Polícia dos EUA e manifestantes contrários a oleoduto entram em confronto na Dakota do Norte

Por Chris Michaud

(Reuters) - Centenas de manifestantes contrários ao projeto de um oleoduto no Estado norte-americano da Dakota do Norte, que segundo eles ameaça os recursos hídricos e terras sagradas tribais, entraram em confronto com a polícia, que usou gás lacrimogêneo no local que foi cena de um confronto similar no mês passado, disseram autoridades.

Cerca de 400 manifestantes entraram na ponte Backwater e tentaram forçar a passagem pela polícia, no que o departamento do xerife do condado de Morton inicialmente descreveu como um "tumulto em andamento". O incidente foi o mais recente em uma série de manifestações contra o oleoduto Dakota Access.

O departamento do xerife informou em comunicado que uma prisão foi feita durante o protesto. Cerca de 100 a 200 manifestantes continuaram no local depois da detenção, a cerca de 30 quilômetros de Bismark, capital da Dakota do Norte.

A ponte Backwater está fechada desde o final de outubro, quando ativistas entraram em confronto com a tropa de choque da polícia e incendiaram dois caminhões.

O departamento do xerife do condado de Morton informou que autoridades no local do confronto mais recente estavam "descrevendo as ações dos manifestantes como muito agressivas".

A polícia disse ter respondido gás lacrimogêneo contra manifestantes para tentar impedi-los de cruzar a ponte.

Ativistas no local disseram em publicações nas redes sociais que a polícia também estava jogando água em temperaturas congelantes e atirando balas de borracha, ferindo algumas pessoas na multidão.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos