Aurier tem visto britânico negado e PSG critica autoridades britânicas

PARIS (Reuters) - O Paris Saint-Germain ficou "espantado" nesta terça-feira pela decisão de autoridades britânicas de revogarem o visto do lateral-direito Serge Aurier, fazendo com que o defensor não jogue a partida da Liga dos Campeões contra o Arsenal.

O marfinense irá perder a partida de quarta-feira pelo Grupo A e dirigentes do PSG estão furiosos que a decisão de negar um visto para o jogador de 23 anos por uma condenação por agressão - que o jogador recorre - só foi informada ao clube por autoridades governamentais britânicas na tarde desta terça-feira.

"Por conta de uma repentina reviravolta por parte de autoridades britânicas, Serge Aurier não foi permitido viajar com o elenco de Unai Emery para o confronto contra o Arsenal", informou o PSG em seu site oficial.

"O Paris Saint-Germain está espantado com esta situação incompreensível que ataca a integridade da Liga dos Campeões da Uefa", acrescentou o atual campeão francês.

"O Paris Saint-Germain lamenta profundamente que a presunção de inocência não influenciou a decisão britânica."

Aurier foi preso em maio e condenado em setembro por agredir um policial fora de uma boate em Paris após ser parado para um teste do bafômetro.

O jogador da seleção da Costa do Marfim, que nega a acusação, recebeu sentença de dois meses de prisão, mas recorre da decisão.

(Reportagem de Ian Chadband)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos