União repartirá multa da repatriação com Estados em troca de contrapartidas, diz governador de SC

BRASÍLIA (Reuters) - O governo federal aceitou nesta terça-feira repartir os recursos arrecadados com o programa de regularização de recursos brasileiros não declarados no exterior com os Estados em troca da adoção de medidas de ajuste fiscal pelos governos estaduais e do apoio dos governadores à reforma da Previdência, disse o governador de Santa Catarina, Raimundo Colombo (PSD).

Os governadores estão em Brasília, onde se reuniram com o presidente Michel Temer e sua equipe econômica em busca de ajuda para aliviar a grave crise financeira vivida pelos entes federados. Colombo disse que, como parte do acordo, os Estados que recorreram ao Supremo Tribunal Federal em busca de recursos da multa do programa de regularização retirarão suas ações na Corte.

(Reportagem de Lisandra Paraguassu)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos