Brad Pitt é liberado pelo FBI por incidente em avião e não enfrentará acusações

Por Rory Carroll

(Reuters) - O ator Brad Pitt não irá enfrentar quaisquer acusações por um incidente em um avião privado, no qual ele supostamente perdeu a paciência em frente de um ou mais de seus filhos, disse na terça-feira uma porta-voz do FBI.

Pitt, de 52 anos, foi liberado anteriormente neste mês pelo Departamento do condado de Los Angeles de Serviços Infantis e Familiares pelo incidente em 14 de setembro. Sua esposa, a atriz Angelina Jolie, pediu divórcio cinco dias depois.

"Em respostas a acusações feitas após um voo dentro de jurisdição aérea especial dos Estados Unidos que pousou em Los Angeles levando o Sr. Brad Pitt e seus filhos, o FBI conduziu uma revisão das circunstâncias e não irá prosseguir a investigação", disse Laura Eimiller, porta-voz do escritório de Los Angeles do FBI.

"Nenhuma acusação foi feita neste assunto", disse.

Angelina, de 41 anos, pediu divórcio de Pitt, marido por dois anos e parceiro desde 2005, citando diferenças irreconciliáveis e buscando custódia total dos filhos, que têm de 8 a 15 anos.

À época, a atriz vencedora do Oscar disse que a decisão "foi tomada pela saúde da família".

Os filhos do casal incluem dois filhos adotivos, Maddox, do Camboja, e Pax, do Vietnã, e a filha adotiva Zahara, da Etiópia. Eles também possuem três filhos biológicos, Shiloh Nouvel e os gêmeos Knox Leon e Vivienne Marcheline.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos