Desaceleração de mercados emergentes atinge receita da Global Fashion

FRANKFURT (Reuters) - A receita da varejista Global Fashion (GFG), focada em mercados emergentes e financiada por investidores como a sueca Kinnevik e a alemã Rocket Internet, desacelerou no terceiro trimestre embora as perdas tenham diminuído.

A GFG disse nesta quarta-feira que a receita líquida em moeda constante subiu 16 por cento, para 250 milhões de euros no trimestre, menos da metade que o aumento de 36,6 por cento obtido na primeira metade do ano.

A GFG é vista como uma das candidatas mais prováveis da Rocket para uma oferta de ações, junto com as empresas de entregas de alimentos Delivery Hero e HelloFresh. Mas a Rocket tem estado sob pressão desde que a avaliação da GFG foi reduzida em dois terços, para 1 bilhão de euros, em uma rodada de financiamento em abril.

A receita da GFG foi atingida por revezes macroeconômicos na América Latina, Oriente Médio e Rússia e o diretor financeiro Nils Chrestin, não prevê melhoras imediatas.

"Continuamos a enfrentar desafios no ambiente macroeconômico e no varejo que acreditamos que continuem em um futuro previsível", disse Chrestin numa conferência com analistas, acrescentando que esperavam uma melhora em 2017 e 2018.

O ganho ajustado antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) diminuiu para um prejuízo de 32,3 milhões de dólares no trimestre, ante perda de 54 milhões de euros um ano antes. A margem de lucro principal melhorou para 12,9 por cento negativo, ante 14,8 por cento negativo na primeira metade de 2016.

(Por Eric Auchard e Emma Thomasson)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos