Raro manuscrito de Anne Frank vai a leilão

Por Toby Sterling

AMSTERDÃ (Reuters) - Um poema que Anne Frank enviou para uma amiga em 1942, pouco antes de sua família se esconder dos nazistas, foi a leilão nesta quarta-feira na Holanda.

Anne tinha 12 anos quando enviou um pequeno poema, no qual parte era copiada de uma revista, para o álbum de poesias de sua amiga. A casa de leilões Bubb Kuyper estimou o raro exemplar com a caligrafia e assinatura de Anne em 30 mil euros.

O poema de oito linhas destinado a "Querida Cri-Cri", para Christiane van Maarsen, a irmã mais velha de uma das melhores amigas de Anne Frank, é datado em 28 de março de 1942.

As quatro primeiras linhas, que foram identificadas como vindas de uma revista, encorajam Christiane a estudar mais na escola. As quatro últimas, que foram feitos por Anne, dizem que a melhor maneira de responder críticas é fazendo um bom trabalho.

Trocar e colecionar poemas em álbuns era um passatempo de meninas à época.

Christiane van Maarsen morreu em 2006. Sua irmã Jacqueline, que ainda é viva, estudou na mesma turma que Anne. Ela disse em comunicado publicado pela casa de leilões que está vendendo o poema porque ele não tinha importância para Christiane.

Anne Frank manteve um diário durante os dois anos que ficou com sua família em um pequeno apartamento secreto em cima de um armazém em Amsterdã, antes de serem traídos e presos e deportados pelos alemães em agosto de 1994. Anne morreu no campo de concentração Bergen-Belsen semanas antes do local ser libertado, em 1945.

Seu diário foi preservado e se tornou um dos documentos mais importantes do período do Holocausto.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos