Menina síria de 7 anos mostra no Twitter como é vida em Aleppo e se corresponde com J.K. Rowling

(Reuters) - Com os cabelos penteados em maria-chiquinhas com laços rosa, a menina Bana Alabed, de sete anos, inspeciona os destroços em sua cidade natal, Aleppo, antes de andar em frente às câmeras.

"Eu estou triste. Isso é tão ruim", ela diz em inglês, em um vídeo divulgado no Twitter. Ela é vista posteriormente segurando um cartaz em que se lê: "Fique com Aleppo. Por favor, parem os bombardeios e acabem com o cerco".

O vídeo, postado no Twitter na terça-feira e acompanhado pela legenda "conferindo a situação na manhã após noite de bombardeio" é o mais recente que a garotinha compartilhou com seus quase 94 mil seguidores do Twitter retratando a vida na cidade síria destruída pela guerra.

Questionada sobre o que esperam conseguir, a mãe de Bana, Fatemah, disse à Reuters via Twitter em inglês: "Nos esforçamos para mostrar às pessoas nossas (vidas), para que possam agir. Nós apenas tuítamos o que pensamos. O vídeo é feito perto de nossa casa, nosso bairro está em ruínas"

Os tuítes da menina de sete anos chamaram a atenção de pelo menos uma proeminente usuária da rede social. Quando Fatemah enviou um tuíte à J.K. Rowling, autora de Harry Potter, dizendo que sua filha queria ler uma das histórias dela, a escritora e seu agente responderam rapidamente.

Fatemah disse que Bana desde então recebeu os ebooks de "Harry Potter" e começaria a lê-los. Alabed enviou um tuíte para agradecer, ao qual a autora respondeu "Amo você também, Bana! Estou pensando em você, fique segura #Aleppo".

(Por Francesca Lynagh e Marie-Louise Gumuchian)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos