China prende 13 por acidente em usina elétrica; número de mortos sobe para 74

PEQUIM (Reuters) - A polícia chinesa levou 13 pessoas sob custódia devido ao colapso de uma plataforma em construção em uma usina elétrica no leste do país, em um acidente em que o número de mortos chegou a 74, com duas pessoas feridas, relatou a mídia estatal nesta sexta-feira.

Acidentes mortais são relativamente comuns em áreas industriais na China, onde três décadas de forte crescimento econômico foram marcadas por incidentes que variam de desastres em minas a incêndios em fábricas.

A agência de notícias estatal Xinhua relatou que até o momento 68 das 74 vítimas foram identificadas e tinham de 23 a 53 anos.

O acidente ocorreu na manhã de quinta-feira em Fengcheng, na província de Jiangxi, durante trabalhos em uma torre de resfriamento para uma usina elétrica a carvão.

O jornal oficial China Daily relatou que o acidente ocorreu quando um guindaste da torre desabou, gerando o colapso da plataforma de construção inteira enquanto o turno da noite saía para a entrada dos funcionários da manhã.

"Iremos conduzir uma investigação séria sobre a causa do acidente e os responsáveis irão se explicar", disse o vice-governador de Jiangxi, Li Yihuang, segundo o jornal.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos