Clubes oferecem ceder atletas à Chapecoense e defendem proibição de rebaixamento por 3 anos

SÃO PAULO (Reuters) - Os clubes brasileiros lamentaram o acidente aéreo com a delegação da Chapecoense e anunciaram nesta terça-feira medidas para ajudar o time, como o empréstimo gratuito de jogadores, após a morte de atletas e comissão técnica da equipe catarinese.

Outra proposta dos clubes é a solicitação formal à Confederação Brasileira de Futebol para que a Chapecoense não fique sujeita ao rebaixamento à Série B do Campeonato Brasileiro pelas próximas 3 temporadas.

"Caso a Chapecoense termine o campeonato entre os quatro últimos, o 16º colocado seria rebaixado", disseram alguns clubes em comunicado conjunto divulgado nas redes sociais.

"Trata-se de gesto mínimo de solidariedade que se encontra ao nosso alcance neste momento, mas dotado do mais sincero objetivo de reconstrução desta instituição e de parte do futebol brasileiro que fora perdida hoje."

A nota foi feita em nome dos "presidentes dos clubes brasileiros", que afirmaram que, o momento é de união e apoio à Chapecoense, "mesmo cientes dos prejuízos irreparáveis provocados por este terrível acontecimento".

O avião fretado que levava o time da Chapecoense para a final da Copa Sul-Americana caiu na Colômbia, matando ao menos 75 pessoas, no pior acidente do futebol brasileiro, que destruiu o sonho de um time que virou exemplo de sucesso.

(Por Tatiana Ramil)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos