Rede mundial de cibercrimes é atingida em operações policiais coordenadas

BERLIM (Reuters) - Uma das maiores redes de computadores sequestrados do mundo, que é suspeita de ter sido usada para atacar clientes de bancos online, foi derrubada após operações policiais em 10 países, disse a polícia alemã nesta quinta-feira.

Em uma campanha coordenada internacionalmente, as autoridades realizaram as operações na quarta-feira, detendo servidores e domínios de sites e prendendo suspeitos de liderar a organização criminosa, disseram policiais e promotores no norte da Alemanha.

Autoridades disseram que apreenderam 39 servidores e centenas de milhares de domínios, impedindo que os criminosos controlassem mais de 50 mil computadores só na Alemanha. Estes computadores sequestrados foram usados para formar um tipo de "botnet" -sistema com softwares conectados que podem realizar ações em conjunto- para derrubar outros sites.

Duas pessoas que são suspeitas de serem os administradores da infraestrutura botnet conhecida como "avalanche" foram presos na Ucrânia, disseram investigadores. Outra pessoa foi presa em Berlim, acrescentaram as autoridades.

A ação ocorreu na mesma semana em que hackers tentaram criar o maior botnet do mundo, ou um exército de computadores zumbis, ao infectarem 900 mil roteadores da Deutsche Telekom com softwares maliciosos.

Policiais disseram que criminosos usaram o botnet "avalanche", visado nas investigações internacionais desde 2009, para enviar emails de phishing e spams. Mais de 1 milhão de emails eram enviados por semana com anexos maliciosos ou links.

(Por Caroline Copley)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos