Filipinas devem paralisar mais minas; preços do níquel podem subir

MANILA (Reuters) - O governo filipino deverá suspender mais minas em luta contra a degradação ambiental, disse o ministro responsável pela mineração, uma medida que poderá colocar a oferta futura do maior fornecedor mundial em risco e elevar os preços do níquel.

O níquel na Bolsa de Metais de Londres se fortaleceu nesta sexta-feira devido à possibilidade de interrupção na oferta após os comentários do ministro.

O país no sudeste asiático já paralisou 10 de suas 41 minas em campanha apoiada pelo presidente Rodrigo Duterte contra o que o governo chama de mineração irresponsável. Mais 20 minas enfrentam possível suspensão e a agência responsável pelo caso pode emitir decisão na próxima semana.

"Definitamente, ocorrerão suspensões, mas temos de revisar a lista", disse a secretária de Recursos Naturais e Meio Ambiente, Regina Lopez, à Reuters, por telefone, nesta sexta-feira.

Quatorze das 20 minas que podem ser paralisadas são produtoras de níquel, e junto com oito das 10 minas já paralisadas responderam por mais de metade da produção de minério de níquel filipina no ano passado.

(Por Manolo Serapio Jr.)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos