Ministros da UE apoiam limites em taxas de roaming de celulares

BRUXELAS (Reuters) - Ministros da União Europeia apoiaram reduzir o limite de valor que as operadoras de telefonia podem cobrar umas das outras para manter clientes conectados quando estiverem no exterior, e os tetos devem ser ainda mais reduzidos em negociações futuras.

Ministros deram à Eslováquia, que detém a presidência rotativa da UE, mandato para começar as negociações com o Parlamento Europeu sobre uma série de limites de preços no atacado para lidar com voz, SMS e tráfego de dados entre diferentes países europeus.

Essencial para garantir que os europeus não pagarão a mais por usarem seus telefones no exterior a partir de junho do ano que vem, a UE tem corrido para reduzir o limite das cobranças no atacado que as operadoras impõem umas às outras para fazer com que o sistema de roaming funcione, temendo que uma falha em fazê-lo tire dos trilhos a política emblemática da UE.

Os governos concordaram em limitar as taxas de roaming de dados no atacado a 0,01 euro por megabyte, ou 0,10 euro por gigabyte, a partir de junho, se recusando a diminuir isso pela metade em 2021.

A Comissão Europeia propôs um limite de 8,5 euros por gigabyte, enquanto o Parlamento Europeu pressionou esta semana por um limite inicial de 4 euros, se recusando a apenas 1 euro.

Os Estados membro e parlamentares da UE embarcarão agora em negociações para chegar a um acordo até março do ano que vem, para que as novas regras possam ser aplicadas em junho.

(Por Julia Fioretti)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos