Presidente da África do Sul pede que Justiça anule relatório sobre tráfico de influência

JOANESBURGO (Reuters) - O presidente da África do Sul, Jacob Zuma, pediu ao Tribunal Supremo que anule um relatório de vigilância anti-corrupção que pede um inquérito judicial sobre suposto tráfico de influência em seu governo, informou a televisão eNCA neste sábado.

Zuma pediu ao tribunal que devolva o relatório ao órgão de investigações adicionais, e disse que o regulador não tem o direito de pedir um inquérito judicial, disse o canal de televisão citando documentos judiciais.

O relatório, divulgado em 2 de novembro, focou em alegações de que os irmãos empresários Ajay, Atul e Rajesh Gupta influenciaram a nomeação de ministros. Zuma e os irmãos Gupta negaram as acusações.

(Reportagem de James Macharia)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos