Premiê italiano Renzi anuncia renúncia após derrota em referendo

Por Crispian Balmer e Gavin Jones

ROMA (Reuters) - O primeiro-ministro da Itália, Matteo Renzi, anunciou que irá renunciar após sofrer uma derrota esmagadora no domingo em um referendo sobre uma reforma constitucional, lançando a terceira maior economia da zona do euro em turbulência política.

A decisão de Renzi de renunciar após dois anos e meio no gabinete afeta em cheio a União Europeia, já sofrendo com múltiplas crises e lutando para superar forças anti-establishment que atingiram a política ocidental neste ano.

O euro caiu para a mínima de 20 meses contra o dólar, à medida que os mercados ficaram preocupados que a instabilidade da Itália possa reiniciar uma crise financeira e afetar o frágil setor bancário italiano.

"Assumo total responsabilidade pela derrota", disse Renzi em discurso televisionado à nação, dizendo que irá entregar sua renúncia formal nesta segunda-feira ao presidente Sergio Mattarella.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos