Céleres reduz previsão de plantio de algodão no Brasil em 2016/17

SÃO PAULO (Reuters) - A consultoria Céleres reduziu nesta terça-feira a estimativa de área a ser plantada com algodão no Brasil na safra 2016/17 em 8 por cento, para 928 mil hectares, diante de uma condição de crédito mais escassa, segundo comunicado.

A área plantada cairia ainda 4 por cento na comparação com a safra anterior.

"A diminuição de área plantada com algodão no Brasil é reflexo das quebras produtivas e da consequente queda da rentabilidade dos produtores do Mato Grosso e, principalmente, da Bahia, além do cenário de restrição de crédito agrícola para financiamento das lavouras", afirmou a consultoria.

Mato Grosso e Bahia são os principais produtores da pluma do país.

Mantida a recuperação das produtividades esperadas para esta safra (1,6 tonelada/ha, 8,5 por cento maior que em 2015/16), a Céleres estima a produção brasileira de pluma de 1,4 milhão de toneladas em 2016/17, volume ainda 4 por cento maior que em 2015/16, apesar da queda do plantio.

No quinto acompanhamento da safra 2016/17, a Céleres ainda manteve as estimativas de área, produtividade e produção de soja do país. O plantio deverá alcançar 33,8 milhões de hectares, enquanto a produção está prevista em um recorde de 102,9 milhões de toneladas.

As projeções referentes ao cultivo do milho verão também não foram alteradas. A área estimada para a primeira safra é de 6,4 milhões de hectares, aumento de 13 por cento ante a temporada anterior.

(Por Roberto Samora)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos