Acordo entre Senado e STF pode manter Renan na presidência da Casa, diz Folha

(Reuters) - Um acordo entre o Supremo Tribunal Federal (STF) e o Senado para manter o senador Renan Calheiros (PMDB-AL) na presidência da Casa e contornar a crise política pode obter maioria de votos na sessão do Supremo na tarde desta quarta-feira, segundo reportagem no site do jornal Folha de S.Paulo.

De acordo com nota da colunista Mônica Bergamo, o acordo prevê que o ministro do Supremo Dias Toffoli apresente um voto dizendo que Renan não poderia assumir a Presidência da República por ser réu em ação no STF, mas que isso não o impede de permanecer no comando do Senado.

Outros ministros da corte poderiam seguir o voto de Toffoli e assegurar maioria na votação, segundo o jornal, mas, de acordo com a Folha, um dos magistrados disse que ainda há toda uma manhã pela frente de negociações e nada está assegurado.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos