Consultoria Job corta projeções de safra de cana 16/17 e de produção de açúcar e etanol

SÃO PAULO (Reuters) - A consultoria Job Economia reduziu suas estimativas de safra de cana do centro-sul do Brasil na temporada 2016/17 e também as projeções de produção de açúcar e etanol no período, com as lavouras sendo atingidas por pragas e doenças, disse nesta quarta-feira o analista Julio Borges.

"O efeito da maior infestação de pragas e doenças no campo, conforme informações divulgadas recentemente, foi incorporado em nosso modelo com um impacto negativo de 2,5 por cento", afirmou Borges, por e-mail.

A projeção de safra foi reduzida em cerca de 16 milhões de toneladas, para 602 milhões de toneladas, ficando assim 15,7 por cento abaixo da temporada passada.

Até meados do mês passado, a Job ainda acreditava que a safra atual seria recorde, superando ligeiramente o ciclo 2015/16.

Já a produção de açúcar do centro-sul foi estimada em 34,8 milhões de toneladas, 800 mil toneladas abaixo da previsão anterior, mas ainda um aumento de 3,6 por cento na comparação com a safra passada, com usinas maximizando a produção do adoçante para aproveitar os bons preços.

A produção de etanol foi estimada em 25,4 bilhões de litros, ante 26,2 bilhões na estimativa anterior, o que representa uma queda de 2,8 por cento ante 15/16.

A produção de etanol anidro (misturado à gasolina) vai ficar em 10,7 bilhões de litros, praticamente estável ante temporada passada, enquanto a fabricação de etanol hidratado (usado por veículos flex) terá queda de 2,9 por cento na comparação anual, para 14,7 bilhões de litros.

(Por Roberto Samora)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos