Johnny Depp, Will Smith e Clooney estão em lista da Forbes de atores com muita remuneração e baixo retorno

NOVA YORK (Reuters) - Johnny Depp e Will Smith encabeçaram nesta quarta-feira a lista dos atores de Hollywood de remuneração mais excessiva, uma indicação de que o poder das estrelas nem sempre resulta em dólares nas bilheterias dos cinemas.

George Clooney, amado pelos fãs, também se viu na lista anual da Forbes depois do apelo comercial limitado de filmes como “Ave, César!”, “Jogo do Dinheiro” e o fiasco de 2015 “Tomorrowland".

Depp liderou a lista pelo segundo ano consecutivo depois que o seu filme “Alice Através do Espelho” arrecadou somente 300 milhões de dólares nos cinemas de todo o mundo, após custar 170 milhões de dólares para ser produzido.

A Forbes elabora a lista comparando o pagamento estimado para um ator de destaque pelos seus últimos três filmes com os custos estimados de produção e a arrecadação bruta nas bilheterias desses filmes.

Foi calculado que Depp, cujo filme “Mortdecai: A Arte da Trapaça” de 2015 também não teve êxito, ofereceu um retorno de apenas 2,8 dólares na bilheteria por cada um dólar que ele recebeu.

Depp, 53 anos, que se tornou um dos atores mais bem pagos de Hollywood com “Piratas do Caribe”, também teve um 2016 ruim na vida pessoal. A sua separação da atriz Amber Heard foi para as manchetes quando o casal trocou acusações de violência e chantagem que, mais tarde, foram retiradas. Deep pagou 7 milhões de dólares pelo acordo de divórcio.

"Um Homem entre Gigantes", o filme de 2015, estrelado por Will Smith, sobre contusões na cabeça no futebol americano, arrecadou apenas 13 milhões de dólares mais do que o seu orçamento de 34 milhões de dólares. O filme, posterior às acolhidas também decepcionantes a “Golpe Duplo” e “Depois da Terra”, teve um retorno de cinco dólares nas bilheterias para cada um dólar recebido por Smith, segundo a Forbes.

Clooney ficou em quinto na lista, com um retorno de bilheteria de 6,70 dólares para cada um dólar que ele recebeu, em grande parte por causa do fracasso de “Tomorrowland”, cuja produção custou 190 milhões de dólares.

O ator Channing Tatum, de “Magic Mike”, e o comediante Will Ferrel completam os primeiros cincos colocados da lista da Forbes.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos