Presidente da Fifa disse preferir Copa do Mundo com 16 grupos de 3 seleções cada

Por Brian Homewood

GENEBRA (Reuters) - O presidente da Fifa, Gianni Infantino, mudou de ideia mais uma vez sobre os seus planos para o futuro da Copa do Mundo e agora recomendou um torneio de 48 seleções com 16 grupos de três, disse nesta quarta-feira uma fonte da entidade que comanda o futebol.

A última sugestão de Infantino estava entre as quatro propostas enviadas para o conselho de membros da Fifa que vai decidir em janeiro sobre o formato e o número de equipes para a Copa de 2026, declarou a fonte.

Em outubro, Infantino sugeriu um torneio de 48 times, com uma rodada preliminar de um jogo único envolvendo 32 times. Os 16 vencedores iriam para a fase de grupos com 32 equipes, se juntando a 16 seleções previamente classificadas.

Essa ideia permanece como uma opção, mas não era mais a preferida, afirmou a fonte.

Quando ele foi eleito em fevereiro, Infantino havia prometido ampliar o torneio dos atuais 32 times para 40.

Essa proposta também foi enviada ao conselho da Fifa e prevê oito grupos de cinco ou dez grupos de quatro times.

A quarta sugestão é manter o formato com 32 seleções.

A mais recente proposta de Infantino garantiria que todos os times jogassem pelo menos duas partidas antes de voltarem para casa.

A sugestão anterior de ter uma rodada preliminar havia sido criticada porque significaria que 16 equipes passariam meses se preparando, viajariam para a sede da Copa e voltariam para a casa depois de apenas um jogo.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos