Trump escolhe general da reserva John Kelly para Segurança Interna, diz fonte

WASHINGTON (Reuters) - O presidente eleito dos Estados Unidos, Donald Trump, pretende nomear o general da reserva John Kelly para liderar o Departamento de Segurança Interna, afirmou nesta quarta-feira uma fonte com conhecimento do assunto.

Kelly, ex-comandante do Comando do Sul dos EUA, aceitou a oferta de Trump, segundo a CBS, que citou fontes não identificadas.

Kelly, de 66 anos, seria o terceiro general escolhido por Trump para cargos de alto escalão de seu governo.

O presidente eleito, um republicano sem experiência militar, também planeja nomear o general da reserva James Mattis para comandar o Departamento da Defesa e escolheu outro general da reserva, Michael Flynn, para ser seu assessor de segurança nacional.

Kelly divergiu do atual presidente dos EUA, o democrata Barack Obama, em diversas questões, e alertou sobre vulnerabilidades ao longo da fronteira sul dos Estados Unidos com o México.

Como chefe do Comando do Sul, sua última posição de liderança em uma carreira militar de 45 anos, Kelly era responsável por atividades militares dos EUA e as relações com a América Latina e o Caribe.

(Reportagem de Doina Chiacu e Warren Strobel)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos