Trump recebe apelo para manter aproximação entre EUA e Cuba

WASHINGTON (Reuters) - Parlamentares republicanos e democratas dos Estados Unidos se juntaram a empreendedores cubanos nesta quarta-feira para pedir que o presidente eleito Donald Trump continue o engajamento do presidente Barack Obama com Havana, apesar da ameaça de Trump de terminar com a aproximação.

"Há apoio bipartidário para se avançar”, disse o deputado democrata James McGovern, em entrevista à imprensa no Congresso, onde quatro pequenos empresários que haviam viajado da ilha comunista também fizeram um apelo a Trump, como homem de negócios, para que apoie a continuação da abertura.

Mais de 100 pequenos empresários cubanos enviaram uma carta a Trump nesta quarta-feira pedindo que ele não volte atrás nas decisões de Obama de aliviar restrições sobre viagens, comércio e investimentos e de avançar nas relações diplomáticas.

O apelo para Trump vindo do recente setor privado de Cuba mostra a crescente incerteza sobre as futuras relações dos dois ex-adversários da Guerra Fria, dada a sua promessa de suspender o que ele chamou de pacto de Obama com Havana se não fossem acordados novos termos com Washington.

(Por Matt Spetalnick e Patricia Zengerle)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos