Alexis Sánchez e Ozil não estão à venda, diz técnico do Arsenal

(Reuters) - O técnico Arsene Wenger disse nesta quinta-feira que o Arsenal não irá vender Alexis Sánchez e Mesut Ozil, mesmo que a dupla não assine novos contratos com o clube inglês.

Os jogadores estão nos 18 meses finais de contrato, e a mídia britânica tem afirmado que negociações para as renovações fracassaram por conta de demandas salariais, uma vez que o Arsenal estaria indisposto a quebrar seu teto salarial atual para mantê-los.

Reportagens sugerem que o Arsenal poderia vender Sánchez ou Ozil no final da temporada, mas Wenger disse durante entrevista coletiva que o clube está fazendo tudo que pode para assinar novos contratos.

"Estes jogadores ficarão por ao menos 18 meses", disse. "Somos profissionais e trabalhamos até o último dia de contrato com total comprometimento".

O treinador francês não garantiu que a dupla, fundamental para a subida do Arsenal ao segundo lugar na tabela e a classificação na fase de grupos da Liga dos Campeões, continue no clube quando os contratos terminarem.

"Não sou o único que pode decidir isto", disse. "Eles tem 18 meses de contrato e estão completamente comprometidos a jogar bem, desde que estejam aqui".

(Reportagem de Simon Jennings, em Bangalore)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos