Kashima vence Auckland no Mundial da Fifa em jogo com tecnologia de vídeo

TÓQUIO (Reuters) - O Kashima Antlers conquistou uma vitória no final contra o Auckland City, por 2 x 1, em partida da fase preliminar do Mundial de Clubes da Fifa, nesta quinta-feira, em que a tecnologia de vídeo fez sua estreia em uma competição profissional da entidade internacional.

O Auckland, campeão da Oceania e semifinalista do Mundial dois anos atrás, abriu o marcador aos cinco minutos do segundo tempo, quando uma cobrança de falta de Emiliano Tade encontrou Kim Dae Wook, que mandou para as redes com uma cabeçada.

O gol dos neozelandeses aconteceu apesar da superioridade em campo do Kashima, que se classificou para o torneio como campeão nacional do país-sede, o Japão, e os japoneses empataram 17 minutos depois com Shuhei Akasaki, aproveitando cruzamento de Ryota Nagak.

Quando a partida parecia se encaminhar para a prorrogação, Mu Kanazaki virou o placar para o Kashima com uma cabeçada a dois minutos do fim do tempo regulamentar, e agora os japoneses enfrentarão o Mamelodi Sundowns, campeão africano, nas quartas de final, no domingo.

Pela primeira vez em uma competição da Fifa o jogo contou com o chamado assistente de vídeo, que tem permissão para passar informações para a arbitragem em campo com base em replays de televisão, caso requisitado.

O sistema, que também permite ao próprio juiz olhar incidentes que possam mudar o andamento da partida em monitores à beira do campo, está sendo testado pela Fifa, que considera utilizá-lo na Copa do Mundo de 2018.

O árbitro do jogo entre Auckland e Kashima não utilizou o sistema nesta quinta-feira.

(Por Brian Homewood, em Berna)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos