Processo de escolha de sede olímpica deve mudar para não haver tantos perdedores, diz COI

Por Karolos Grohmann

LAUSANNE, Suíça (Reuters) - A maneira como as cidades recebem o direito de sediar os Jogos Olímpicos precisa mudar porque o sistema atual gera muitos perdedores, disse o presidente do Comitê Olímpico Internacional (COI) nesta quinta-feira.

Thomas Bach disse que o processo não será alterado no meio da disputa para 2024, na qual Budapeste, Los Angeles e Paris pleiteiam a sede da Olimpíada.

Como era de se esperar, as três cidades avançaram para a próxima etapa nesta quinta-feira, mas Bach disse que o COI deveria pensar sobre mudanças no futuro.

Paris, que sediou os Jogos de 1900 e 1924, está fazendo campanha pela terceira vez nas quatro últimas disputas, tendo perdido os eventos de 2008 e 2012. A capital francesa tampouco teve sucesso na escolha dos Jogos de 1992, o que faz desta sua quarta tentativa.

As cidades norte-americanas de Nova York e Chicago também perderam em 2012 e 2016, deixando a Los Angeles a esperança de conquistar a terceira sede olímpica para os Estados Unidos quando o COI escolher o vencedor em sua sessão no Peru em setembro de 2017.

Pelas regras atuais, as cidades podem ser eliminadas em qualquer fase do processo de dois anos antes de a seleção final ser submetida a uma votação.

Para 2024, o COI introduziu uma fase de convite para candidatos em potencial para fazer com que estes cumpram os critérios gerais e para eliminar candidaturas fracas.

Bach contou que uma ideia é ampliar essa etapa para que mais detalhes e planos dos Jogos sejam disponibilizados tanto para o COI quanto para as cidades que cogitam fazer uma proposta.

"Um dos pontos a ser considerado é como fortalecer a fase de convite entrando em diálogo com algumas cidades em um estágio ainda mais precoce para um detalhamento maior", explicou o alemão.

"Não tenho uma regra de ouro nas mãos, mas estou absolutamente certo de que temos que fazer mudanças neste procedimento".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos