US Steel pode reabrir até 10 mil postos de trabalho nos EUA, diz presidente

BANGALORE (Reuters) - A United States Steel pode reabrir até 10 mil postos de trabalho nos Estados Unidos, disse o presidente da empresa, Mario Longhi, sem detalhar prazos para as contratações.

"Estou mais que feliz em trazer de volta os funcionários que fomos forçados a dispensar durante o período de recessão", disse em entrevista à CNBC.

Ao longo de sua campanha, o presidente eleito Donald Trump enfatizou o desejo de renegociar acordos comerciais e retomar os empregos nos Estados Unidos.

A indústria siderúrgica norte-americana cortou vagas e desativou unidades no país, em um esforço para conter as despesas em meio à queda acentuada dos preços do aço devido ao excesso de oferta.

A United States Steel, por exemplo, tinha cerca de 21 mil funcionários na América do Norte em 31 de dezembro, menos que os 28 mil observados em 2007. "As condições de mercado vão ditar se, quando e quantos empregados vamos recontratar", disse uma porta-voz à Reuters na quarta-feira.

A siderúrgica pretende acelerar os investimentos nos EUA no curto prazo, motivada por melhorias em regulação e leis tributárias, disse Longhi à CNBC.

Em setembro, Trump apresentou planos de simplificar o código tributário e reduzir os impostos para empresas de 35 para 15 por cento. E desde as eleições, em 8 de novembro, os investidores voltaram a apostar em ações de siderurgia.

Os papéis da U.S. Steel, que encerraram com alta de 4,3 por cento, a 37,49 dólares por ação na quarta-feira, já acumulam ganho de 79 por cento desde a vitória do magnata nas eleições presidenciais.

(Por Ankit Ajmera)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos