BC da França vê crescimento de 1,3% em 2016 e 2017

PARIS (Reuters) - A economia francesa crescerá 1,3 por cento neste ano e no próximo e deve acelerar em seguida, disse o banco central do país nesta sexta-feira em seu panorama econômico, reduzindo ligeiramente suas previsões.

O banco central estimou que o crescimento chegará a 1,4 por cento em 2018 e a 1,5 por cento em 2019, uma vez que a atividade da zona do euro mais rápida compensa a demanda interna mais fraca.

O governo elaborou seu orçamento de 2017 com expectativas de crescimento neste ano de 1,4 por cento e de 1,5 por cento no próximo, e qualquer coisa menor do que isso poderia colocar suas promessas de corte de déficit em risco.

O banco central da França estimou que o déficit público cairá de 3,3 por cento do PIB neste ano para 3,1 por cento em 2017, contra meta do governo atual de 2,7 por cento e limite imposto pela União Europeia de 3,0 por cento.

"O limite de 3,0 por cento é importante porque é a condição para a nossa credibilidade na Europa", disse o presidente do banco central da França, François Villeroy de Galhau, na rádio BFM Business.

Villeroy disse que há sinais de que a economia da zona do euro está acelerando, o que justifica a decisão do Banco Central Europeu na quinta-feira de reduzir suas compras de ativos para 60 bilhões de euros por mês a partir de abril.

(Por Leigh Thomas)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos