Cauda de dinossauro de penas é encontrada em pedaço de âmbar

Por Will Dunham

WASHINGTON (Reuters) - Aproximadamente 99 milhões de anos atrás, um dinossauro juvenil prendeu a cauda de penas na resina de uma árvore, uma armadilha mortal para a pequena criatura.

Agora, seu azar está dando aos cientistas um vislumbre inédito sobre os dinossauros com penas, que prosperaram durante o Período Cretáceo.

Pesquisadores anunciaram na quinta-feira que um pedaço de âmbar --ou seja, resina fossilizada-- flagrado por um cientista chinês em um mercado de Myitkyina, em Mianmar, no ano passado, continha 36 milímetros da cauda do dinossauro, com ossos, carne, pele e penas. O próprio dinossauro não tinha mais de 15 centímetros de comprimento, mais ou menos o tamanho de um pardal.

"Este é o primeiro de seu tipo", disse o paleontólogo Ryan McKellar, do Museu Real Saskatchewan, no Canadá, um dos pesquisadores envolvidos no estudo publicado no periódico científico Current Biology. "Estou de queixo caído".

Os cientistas suspeitam que a cauda pertence a um tipo de dinossauro de duas pernas e semelhante a um pássaro chamado maniraptora, um de vários grupos de dinossauros que possuíam penas. Os pássaros, que surgiram cerca de 150 milhões de anos atrás, durante o Período Jurássico, evoluíram a partir de dinossauros pequenos com penugem.

Os pesquisadores usaram escaneamentos sofisticados e observações microscópicas para estudar a cauda, e determinaram que ela tinha uma superfície de um tom marrom semelhante ao da castanha e era pálida ou branca na parte inferior, um padrão conhecido como contrassombreado.

"Estamos vendo penas ainda presas à cauda, e conseguimos ver como elas se prendem, as formas que elas têm até a escala do micrômetro, e coisas como padrões de pigmentação dentro das penas", disse McKellar.

A cauda consistia de oito vértebras, tecido mole e penas admiravelmente bem preservadas em três dimensões.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos