Fabricante de aplicativos de fotos chinesa Meitu levanta US$630 mi com IPO, diz fonte

HONG KONG (Reuters) - A fabricante chinesa de aplicativos de fotografia e telefones móveis Meitu deve levantar 630 milhões de dólares, após ter precificado sua oferta inicial de ações (IPO, na sigla em inglês) em Hong Kong no patamar mais baixo das expectativas, disse uma pessoa com conhecimento direto do acordo nesta sexta-feira.

A Meitu, conhecida por seus aplicativos que permitem que usuários retoquem e embelezem selfies e outras fotos, precificou o IPO em 8,50 dólares de Hong Kong por ação, após comercializar 574 milhões de novas ações, em uma faixa indicativa de 8,50 a 9,60 dólares de Hong Kong cada, acrescentou a fonte, que não quis ser identificada porque os detalhes não são público. Isto avaliaria o acordo em 4,88 bilhões de dólares de Hong Kong, ou 629 milhões de dólares norte-americanos.

A Meitu não respondeu imediatamente a um pedido da Reuters para comentários sobre o preço da IPO.

Esta é uma rara oferta inicial de ações do setor de tecnologia em Hong Kong e a maior do ramo desde que a unidade business-to-business da gigante de varejo online Alibaba foi listada em 2007.

(Por Elzio Barreto)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos