CEO da Exxon é favorito de Trump para secretaria de Estado, diz equipe de transição

GRAND RAPIDS, Estados Unidos (Reuters) - O CEO da Exxon Mobil Corp, Rex Tillerson, surgiu na sexta-feira como favorito do presidente eleito dos Estados Unidos, Donald Trump, para a secretaria de Estado, disse uma autoridade sênior da equipe de transição.

Trump se encontrou com Tillerson na terça-feira e os dois devem conversar novamente durante o fim de semana, disse a autoridade. Trump aparenta estar nos últimos dias de deliberações sobre a escolha do diplomata mais sênior, com um possível anúncio ao longo da próxima semana.

O status de favorito para Tillerson foi revelado à medida que o ex-prefeito de Nova York Rudy Giuliani se retirou formalmente do processo de consideração para a secretaria de Estado.

A autoridade da equipe de transição, que falou sob condição de anonimato, disse que Tillerson, de 64 anos, ultrapassou o candidato presidencial republicano de 2012, Mitt Romney, nas deliberações de Trump. Trump e Romney se encontraram duas vezes, incluindo em um jantar em Nova York.

A autoridade disse que Romney ainda é considerado para o cargo, ao lado de John Bolton, ex-embaixador norte-americano na Organização das Nações Unidas, o ex-senador do Tennessee Bob Corker e o almirante da reserva James Stavridis.

Caso Tillerson seja nomeado, seus laços comerciais também ficarão sob escrutínio. A Exxon Mobil possui operações em mais de 50 países e se orgulha de explorar petróleo e gás natural em seis continentes.

Tillerson é CEO da Exxon Mobil desde 2006. Está previsto que ele se aposente na companhia no ano que vem.

(Reportagem de Steve Holland e James Oliphant)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos