Exército sírio envia reforços para cidade histórica de Palmira em luta contra Estado Islâmico

BEIRUTE (Reuters) - O Exército sírio disse ter enviado reforços a Palmira, onde combatentes do Estado Islâmico avançaram nas redondezas em um dos mais intensos confrontos desde que o grupo perdeu controle da cidade histórica anteriormente neste ano.

O grupo tomou controle de áreas a noroeste e ao sudeste de Palmira e confrontos continuavam neste sábado, informou o Exército em comunicado.

Um comandante rebelde do grupo Jaish Al-Mujahideen, sediado nos arredores de Aleppo, disse que o ataque do Estado Islâmico forçava o governo sírio a afastar tropas de Aleppo, onde o Exército e seus aliados estão próximos a uma grande vitória contra os rebeldes. O Exército não especificou de onde os reforços foram enviados.

O ataque do Estado Islâmico, que teve início na quinta-feira, matou dezenas de soldados sírios e rapidamente tomou controle de silos de grãos e de alguns campos de petróleo e gás nos arredores de Palmira, informou o grupo Observatório Sírio para Direitos Humanos.

Em comunicado da agência de notícias Amaq, do Estado Islâmico, o grupo informou que militantes seguiram em direção ao aeroporto de Palmira, no leste da cidade. Forças russas vem usando o aeroporto para apoiar o Exército sírio.

Uma coalizão liderada pelos Estados Unidos que enfrenta separadamente os militantes jihadistas disse na sexta-feira que atacou 168 caminhões-tanque de petróleo do Estado Islâmico próximo a Palmira em uma grande operação aérea.

(Reportagem de John Davison, Suleiman al-Khalidim em Amã, e Mostafa Hashem, no Cairo)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos