Ataque suicida deixa ao menos 29 mortos em principal porto da Somália

  • AFP PHOTO/Mohamed ABDIWAHAB/11.dez.2016

    Mulher se desespera diante da destruição causada por um ataque suicida na Somália

    Mulher se desespera diante da destruição causada por um ataque suicida na Somália

MOGADÍSCIO (Reuters) - Uma bomba detonada por um motorista suicida de um caminhão atingiu a entrada do maior porto da Somália neste domingo, matando ao menos 29 pessoas, disse a polícia, em um ataque cuja autoria foi assumida por militantes islamistas do grupo al Shabaab.

Os combatentes afirmaram que estavam tentando perturbar as prolongadas eleições parlamentares ? parte dos esforços para reconstruir a nação dividida após décadas de guerra. A votação de três meses deve se encerrar em 29 de dezembro.

Tiros foram ouvidos após a explosão no porto de Mogadíscio, disse o trabalhador Mohamed Hussein à Reuters. Outros dois disseram que o trabalho foi interrompido no local e funcionários foram enviados para casa.

Os corpos de vítimas permaneciam espalhados fora do terminal da capital do país em uma rua coberta de escombros de lojas danificadas.

?Ao menos 29 civis morreram e outros 50 foram feridos pela explosão. Acreditamos que foi uma bomba de um motorista de caminhão suicida?, disse à Reuters o policial Coronel Abdikadir Farah.

O porta-voz das operações militares do al Shabaab, Sheikh Abdiasis Abu Musab, disse à Reuters que a explosão tinha como alvo funcionários da polícia estacionados perto do porto.

(Por Abdi Sheikh e Feisal Omar)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos