Carro-bomba mata oito pessoas no Iraque, diz polícia e médicos

BAGDÁ (Reuters) - Oito pessoas foram mortas em dois carros-bomba na cidade iraquiana de Falluja, ao oeste de Bagdá, neste domingo, segundo fontes da polícia e do hospital, e uma agência de notícias próxima do Estado Islâmico disse que seus militantes executaram os ataques.

Os bombardeios aconteceram no momento em que forças iraquianas realizam uma campanha militar de oito semanas para derrotar o Estado Islâmico em Moseul, reduto do grupo no norte do Iraque, a maior cidade do seu auto-declarado califado do Iraque e da Síria.

O fato de que o grupo jihadista foi capaz de realizar o ataque em Fallujja, recuperada pelo exército iraquiano em junho, sugere que ele continuará sendo uma ameaça no Iraque, mesmo que seja derrotado em Mosul.

Fontes disseram que um homem-bomba detonou um carro em um ponto de checagem de segurança no oeste da cidade e que uma segunda bomba, em um carro estacionado, atingiu a região central, perto de outro ponto de checagem e de um café movimentado.

A agência de noticias Amaq, que é próxima do Estado Islâmico, disse que os dois ataques foram realizados por carros-bomba.

Os ataques em Falluja ocorrem no dia em que o secretário de Defesa dos EUA, Ash Carter, visitou o Iraque para conversar com líderes políticos e com o comandante americano da coalizão internacional apoiando a campanha em Mosul. 

(Por Ahmed Rasheed em Bagdá e Mostafa Hashem no Cairo)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos