Topo

Brexit, Trump e Itália trazem incertezas para economia alemã, diz Ministério da Economia

2016-12-12T09:35:53

12/12/2016 09h35

BERLIM (Reuters) - A decisão britânica de sair da União Europeia, a política imprevisível dos Estados Unidos com o presidente eleito Donald Trump e a incerteza política na Itália são os principais riscos que a economia alemã enfrenta, afirmou o Ministério da Economia do país nesta segunda-feira.

Ele acrescentou que, apesar desses riscos, o ambiente econômico global parece estar melhorando gradualmente, especialmente porque mercados emergentes como o Brasil e a Rússia devem sair da recessão, o que beneficiará as exportações alemãs.

"As incertezas permanecem elevadas, sobretudo por causa do Brexit, da imprevisibilidade da política futura dos EUA e da situação política na Itália", disse o ministério em seu relatório mensal.

O crescimento na maior economia da Europa deve acelerar no quarto trimestre após uma desaceleração no período entre julho e setembro, disse o ministério, acrescentando que um mercado de trabalho robusto continua a sustentar o consumo privado, que vem ajudando a economia conforme as exportações diminuem.

(Por Joseph Nasr)