Cade considera aquisição da Alesat como "complexa" e pede estudo sobre operação

SÃO PAULO (Reuters) - A Superintendência-Geral do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) declarou como complexo o ato de concentração relativo à aquisição da Alesat Combustíveis pela Ipiranga, segundo publicação no Diário Oficial da União desta segunda-feira.

Segundo a Ultrapar, o Cade pediu elaboração de estudo quantitativo sobre os impactos concorrenciais da operação e, se julgar necessário, poderá prorrogar em até 90 dias o prazo para análise do processo, de 240 para 330 dias.

Em junho, a Ipiranga, subsidiária da Ultrapar, acertou a aquisição da distribuidora de combustíveis Ale por 2,17 bilhões de reais, a fim de complementar sua rede no Nordeste, onde sua participação é menor.

(Por Gabriela Mello)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos