Exército da Síria toma bairros de Aleppo em meio a bombardeio intenso

Por Laila Bassam e Lisa Barrington

BEIRUTE/ALEPPO, Síria (Reuters) - O Exército da Síria e seus aliados fizeram grandes avanços sobre Aleppo de domingo para segunda-feira, sujeitando os rebeldes da cidade ao bombardeio mais intenso em dias e deixando-os à beira do colapso, disseram a mídia estatal e um grupo de monitoramento do conflito nesta segunda-feira.

No sul, forças pró-governo tomaram Sheikh Saeed, bairro de um bolsão rebelde em declínio, e Saliheen e Karam al-Daadaa, no flanco leste, informou uma fonte militar síria, descrevendo os avanços como "um grande colapso na moral terrorista".

O presidente da Síria, Bashar al-Assad, agora está em condição de reassumir o controle total de Aleppo, que era a cidade mais populosa do país antes da guerra e que constituiria sua maior conquista até o momento depois de quase seis aos de conflito.

No domingo, grupos insurgentes de Aleppo receberam uma proposta conjunta de Estados Unidos e Rússia pedindo a retirada dos combatentes e civis das áreas da cidade ocupadas pela oposição, mas Moscou disse que ainda não se chegou a nenhum acordo para resolver a crise nas conversas em Genebra.

Apesar de a eventual queda de Aleppo representar um golpe duro nos rebeldes que tentam retirar Assad do poder, o líder ainda estaria longe de retomar o comando de toda a Síria. Partes de seu território continuam nas mãos de insurgentes, e no domingo o Estado Islâmico recuperou Palmira.

"O bombardeio não parou por um instante de ontem para hoje", disse um jornalista da Reuters presente à zona da cidade controlada pelo governo, descrevendo-o como o mais intenso em dias.

Dezenas de milhares de civis permanecem nas áreas rebeldes, cercados por frentes de batalhas cambiantes, alvejados por ataques aéreos e bombardeios e sem suprimentos básicos, disse o Observatório Sírio dos Direitos Humanos, grupo de monitoramento sediado no Reino Unido.

O Observatório relatou que o bairro de Sheikh Saeed tombou diante do Exército nos combates da noite de domingo e do início desta segunda-feira e acrescentou que os militares estão atacando os bairros de Karam al-Daadaa e Fardous.

Um avanço do Exército nestes bairros os levaria ao coração da área rebelde possivelmente até sábado, repelindo os oponentes rumo a seu último bastião na margem ocidental do rio de Aleppo.

O Exército sírio conta com o auxílio de aviões de guerra russos e de milícias xiitas apoiadas pelo Irã.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos