Alemanha e França planejam fundo para startups em ofensiva digital

BERLIM (Reuters) - França e Alemanha informaram nesta terça-feira que planejam estabelecer um fundo de 1 bilhão de euros para apoiar startups, em uma aposta para impulsionar a economia digital na Europa e ajudá-la a diminuir a distância em relação aos Estados Unidos.

Na segunda conferência franco-germânica sobre digitalização, o presidente François Hollande e a Chanceller Angela Merkel, que foram acompanhados por importantes ministros, se comprometeram a transformar suas economias em conjunto.

"Nós queremos criar uma grande economia digital em escala europeia", disse Hollande. "Nós devemos ser pioneiros, Alemanha e França, pioneiros digitais", ele acrescentou.

No entanto, poucos passos concretos foram anunciados.

"O capital de crescimento ainda é algo de que precisamos", disse o ministro da Economia da Alemanha, Sigmar Gabriel, observando que é muito mais fácil arrecadar fundos nos Estados Unidos.

O ministro das Finanças da França, Michel Sapin, disse que o fundo incluiria créditos de países europeus e investimentos privados.

Eles também destacaram a importância de melhorar a cooperação de segurança cibernética, especialmente para serviços de nuvem que são cruciais para pequenas empresas.

(Por Gernot Heller; reportagem adicional por Jean-Baptiste Vey e Sudip Kar-Gupta)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos