Erdogan acusa forças sírias de romperem acordo de cessar-fogo em Aleppo

ANCARA (Reuters) - O presidente da Turquia, Tayyip Erdogan, acusou forças do governo sírio de romperem um acordo de cessar-fogo em Aleppo nesta quarta-feira, e disse que a Turquia está se esforçando para criar um corredor de retirada de pessoas da cidade síria.

Erdogan disse que irá conversar mais tarde por telefone com o presidente russo, Vladimir Putin, sobre a situação em Aleppo, a qual descreveu como "muito frágil". Ele falava a um grupo de administradores locais em Ancara, em comentários transmitidos ao vivo.

Erdogan também disse que preparações foram feitas para retirada de pessoas de Aleppo na Idlib, na Síria, e Turquia.

A desocupação planejada dos distritos rebeldes de Aleppo foi pausada nesta quarta-feira, à medida que ataques aéreos e bombardeios atingiram a cidade e o Irã disse ter imposto novas condições sobre o acordo.

(Reportagem de Tuvan Gumrukcu, Humeyra Pamuk e Daren Butler)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos