ESTREIA-Comédia "Magal e os Formigas" satiriza cantor Sidney Magal

SÃO PAULO (Reuters) - Longa de estreia do roteirista Newton Cannito, “Magal e os Formigas” é uma clara tentativa de uma comédia popular que fuja às fórmulas das recentes comédias de sexo e sucesso.

Escorada na boa presença cômica do cantor Sidney Magal e no talentoso ator teatral Norival Rizzo, a história decola num clima que mescla realismo e um toque de fantasia.

João (Norival Rizzo) é um aposentado mal-humorado, casado com a doce Mary (Imara Reis), que colocou na cabeça que vai inventar um sistema infalível de ganhar na loteria. Para isso, recorre a modelos matemáticos que só ele entende. Só que nunca dá certo.

Sidney Magal, como ele mesmo, entra na história por duas chaves. Primeiro, como objeto de desejo para um show por parte do filho de João, Sergio (Nicolas Trevijano), que sonha tornar-se empresário. Depois, como uma aparição mágica, espécie de anjo da guarda e conselheiro que só o aposentado vê.

Apesar de não ter nenhuma predileção especial pelo cantor, muito pelo contrário, João será assombrado por esse alter ego de Magal, que lhe dá conselhos para mudar de astral e de vida. Depois de duvidar da própria sanidade, João acaba até aproveitando parte dessas conversas surreais.

O núcleo familiar do aposentado inclui ainda o inevitável cunhado chato (Zécarlos Machado), a filha tímida e romântica (Mel Lisboa), afora os vizinhos e amigos da oficina mecânica, como Alberico (Riba Carlovich).

Em torno desses personagens, armam-se intrigas ingênuas, envolvendo o suposto show de Magal e o envolvimento da turma toda para transformar o aposentado num cover do rebolativo cantor dos sucessos “Sandra Rosa Madalena” e “Meu sangue ferve por você”.

Apesar de todo o empenho dos intérpretes, soa uma nota falsa em tudo isso, e o filme parece, na verdade, um tanto antiquado e sem frescor. Podia dispensar-se, também, de algumas piadas de gosto duvidoso envolvendo deficientes visuais. E nada parece mais batido do que a referência à fábula da formiga e da cigarra que justifica o título.

(Por Neusa Barbosa, do Cineweb)

* As opiniões expressas são responsabilidade do Cineweb

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos