China vai avançar com reforma do lado da oferta em 2017, diz Xinhua

PEQUIM (Reuters) - A China vai avançar com a reforma do lado da oferta e expandir adequadamente a demanda agregada em 2017, disseram líderes chineses em uma conferência econômica nesta sexta-feira, segundo a agência oficial de notícias Xinhua.

Os líderes disseram que a redução da alavancagem corporativa é uma prioridade, completou a Xinhua.

As causas dos problemas econômicos atuais da China são os desequilíbrios estruturais, e o país continuará a avançar com esforços de redução da capacidade de carvão e aço, disse a Xinhua.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos