Trump cogita reeleição em discurso de agradecimento a eleitores

Por Steve Holland

HERSHEY, Estados Unidos (Reuters) - O presidente eleito dos Estados Unidos, que iniciará seu primeiro mandato na Casa Branca em 20 de janeiro, aventou a possibilidade de tentar a reeleição durante discurso para expressar sua gratidão aos eleitores de Estados que foram cruciais para sua vitória em 8 de novembro.

Trump venceu a democrata Hillary Clinton na Pensilvânia por pouco mais de 44 mil votos, a primeira vez em que um candidato republicano venceu no Estado desde 1988.

"E em quatro anos, iremos vencer por ainda mais", disse o empresário nova-iorquino de 70 anos em uma arena de Hershey, acompanhado pelo vice-presidente eleito, Mike Pence.

A turnê de agradecimento de Trump continuará com um evento em Orlando, na Flórida, nesta sexta-feira, e deve terminar em Mobile, no Alabama, no sábado.

Durante o giro, Trump prometeu levar adiante algumas de suas promessas de campanha, como construir um muro na fronteira do sul do país com o México e suspender a imigração de países violentos como a Síria.

Em Hershey, ele observou que conquistou Ohio, mas que teria sido melhor se tivesse tido o apoio de seu governador republicano, John Kasich, que concorreu com Trump na primária presidencial do partido.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos