Forças israelenses matam palestino em confronto, diz Ministério palestino

RAMALLAH, Cisjordânia (Reuters) - As forças israelenses atiraram e mataram um palestino no domingo, informou o Ministério da Saúde palestino, depois de entrarem em uma aldeia na Cisjordânia ocupada onde, segundo o exército israelense, eles foram confrontados com ataques feitos com pedras.

Uma porta-voz militar disse que um policial paramilitar israelense foi ferido e que tropas dispararam para o ar para afastar uma multidão de cerca de 50 pessoas jogando pedras. Ela disse que as tropas estavam operando na aldeia, mas não deu mais detalhes.

O Ministério da Saúde palestino disse que as forças israelenses mataram a tiros um palestino de 19 anos no evento.

Pelo menos 231 palestinos foram mortos em violência em Israel, na Cisjordânia ocupada e na Faixa de Gaza desde 2015. Israel diz que pelo menos 156 deles foram em ataques solitários, muitas vezes atacando as forças de segurança e usando armas rudimentares, incluindo facas de cozinha. Outros morreram durante confrontos e protestos.

As agressões nas ruas mataram pelo menos 33 israelenses e dois norte-americanos visitantes durante o mesmo período.

(Por Ali Sawafta e Maayan Lubell)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos