Caminhão avança contra pessoas em feira de Natal em Berlim; nove morrem

Por Michael Nienaber

BERLIM (Reuters) - Um caminhão avançou contra uma feira de Natal cheia de pessoas no centro de Berlim na noite desta segunda-feira, matando nove pessoas e ferindo outras 50, disse a polícia, no que parece ser um dos ataques com mais mortes na Alemanha em décadas.

A polícia disse pelo Twitter que havia levado sob custódia um suspeito e que outro passageiro do caminhão havia morrido quando o veículo atingiu pessoas reunidas ao redor de estandes de madeira servindo vinho e salsichas aos pés da igreja memorial de Kaiser Wilhelm no coração do oeste de Berlim.

"Ouvimos um barulho”, disse a turista Emma Rushton para a CNN. “Começamos a ver o topo de um caminhão articulado atravessando os estandes, por onde estavam as pessoas.”

O ocorrido lembra o ataque em Nice, na França, em julho, quando um homem nascido na Tunísia com um caminhão de 19 de toneladas dirigiu pela orla da cidade atingindo pessoas reunidas para ver a queima de fogos do Dia da Bastilha, matando 86 pessoas. O ataque foi reivindicado pelo Estado Islâmico.

A polícia no mercado em Berlim disse à imprensa alemã que o ocorrido parecia ser um ato deliberado.

Um porta-voz do governo declarou que a chanceler Angela Merkel estava sendo mantida informada pelo ministro do Interior e pelo prefeito de Berlim a respeito da situação. A polícia disse que não havia indicação de outras situações perigosas na área e pediu para que as pessoas ficassem distantes do local.

"Eu estou profundamente abalado pelas notícias horríveis do que aconteceu na igreja memorial em Berlim”, disse o ministro do Exterior, Frank-Walter Steinmeier. "Muitas pessoas que visitavam a feira de Natal hoje morreram e mais pessoas ainda ficaram feridas.”

O caminhão entrou na feira no que seria um dos horários de maior movimento, quando crianças e adultos se juntam nos tradicionais estandes de madeira que vendem comida e produtos de Natal numa celebração anual que ocorre por toda a Alemanha e por outros países do centro da Europa.

Carros de polícia e ambulâncias partiram rapidamente para o local.

Emma Rushton disse à CNN que o caminhão parecia estar a cerca de 65 km por hora. Perguntada sobre feridos, ela disse que viu pelo menos dez ao caminhar de volta para o seu hotel.

Julian Reichelt, editor do Bild Berlin, disse que havia uma grande operação de segurança em curso.

"A cena certamente parece uma lembrança do que vimos em Nice”, afirmou.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos