Ex-presidente-executivo da Amaya encerra negociação para adquirir empresa

(Reuters) - O fundador da Amaya, David Baazov, disse nesta terça-feira que encerrou as negociações para adquirir a empresa canadense de apostas online porque alguns acionistas estavam exigindo um prêmio maior.

Baazov, ex-presidente-executivo da Amaya, se ofereceu para adquirir a empresa em meados de novembro, em um acordo avaliado em cerca de 4,1 bilhões de dólares. Incluindo dívidas e custos de transações, o acordo era de 6,7 bilhões de dólares.

No final de novembro, Baazov disse que buscaria novos recursos para a parte da oferta que seria financiada junto a um consórcio de investidores após o KBC Aldini Capital ter negado seu envolvimento no acordo.

A KBC foi um dos investidores nomeados por Baazov como seus financiadores. Os outros eram o fundo de investimentos global Head & Shoulders, a Goldenway Capital, sediada em Hong Kong, e a Ferdyne Advisory, que está registrada nas Ilhas Virgens Britânicas.

Baazov e os quatro fundos teriam financiado 3,65 bilhões de dólares do acordo.

(Por Vishaka George)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos