Trump planeja mudar forma de gestão da política comercial no seu governo

WEST PALM BEACH/WASHINGTON (Reuters) - O presidente eleito dos Estados Unidos, Donald Trump, planeja colocar o seu escolhido para ser secretário de Comércio, o bilionário Wilbur Ross, como o responsável pela sua política comercial mais agressiva, disse um porta-voz da equipe de transição nesta terça-feira.

Esse é um sinal de como Trump, que está também entrevistando candidatos para o posto de representante de Comércio dos EUA, planeja promover a ofensiva contra competidores no mercado mundial e a revisão de acordos comerciais que segundo ele têm um efeito negativo no emprego industrial do país.

O cargo de representante de Comércio não vai ser fundido com a pasta de Comércio, mas Jason Miller, porta-voz da equipe de transição de Trump, deixou claro que a maior parte das decisões sobre política comercial seria guiada por Ross, que formou grande parte da sua fortuna investindo em depreciadas companhias siderúrgicas que se beneficiaram de tarifas de importação mais fortes impostas pelo ex-presidente George W. Bush no início dos anos 2000.

"Ross não somente negociou alguns acordos muito bons durante a sua vida, mas ele é também a pessoa que trabalhou junto ao presidente eleito na formulação da sua política comercial”, disse Miller na sua entrevista diária à imprensa. “Ross vai ter um grande papel em todas as particularidades sobre comércio no governo.”

A medida representa uma grande mudança em relação a como o presidente Barack Obama gerencia a sua política comercial.

"Parece que o gabinete do representante de Comércio está sendo rebaixado e passando a ser subordinado a Comércio”, disse Derek Scissors, especialista em comércio do American Enterprise Institute, um centro de análise de Washington com inclinação para a direita.

“Essa é uma grande chance porque a representação de Comércio é essa pequena agência de elite próxima à Casa Branca.”

(Por Melissa Fares e David Lawder)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos