Tupac Shakur será incluído no Hall da Fama do Rock; Janet Jackson é rejeitada

Por Jill Serjeant

NOVA YORK (Reuters) - O rapper assassinado Tupac Shakur será incluído no Hall da Fama do Rock and Roll, informaram organizadores nesta terça-feira, um reflexo da dimensão de sua influência 25 anos após sua morte e da aceitação crescente do hip hop na música comercial.

A cantora de folk Joan Baez, a banda britânica de rock progressivo Yes, os roqueiros norte-americanos do Pearl Jam e do Journey e a banda de rock inglesa Electric Light Orchestra completaram os agraciados de 2017, mas a pop star Janet Jackson foi excluída novamente, informou o Hall da Fama do Rock and Roll.

Shakur foi assassinado aos 25 anos por ocupantes de um carro em movimento em Las Vegas em 1996, um crime jamais solucionado que só aumentou sua fama. O artista nascido no bairro nova-iorquino do Harlem, que cantava sobre a desigualdade social e as lutas dos negros, é visto como uma das vozes mais influentes do hip hop, e inspirou documentários, filmes e um musical na Broadway.

Shakur foi eleito para o Hall da Fama na primeira indicação. Os rappers californianos do N.W.A. foram incluídos em 2016, somando um total de somente cinco artistas de hip hop homenageados com a honraria.

Os artistas precisam ter lançado suas primeiras gravações ao menos 25 anos atrás para serem elegíveis. Os escolhidos de 2017 receberam votos de fãs de música e de 900 especialistas da indústria musical e serão oficializados em uma cerimônia e uma apresentação em Nova York no dia 7 de abril.

Baez, de 75 anos, se tornou uma voz de protesto nos tumultuados anos 1960, foi uma das primeiras cantoras a divulgarem as canções de Bob Dylan e cantou no festival de Woodstock em 1969. Suas interpretações da canção tradicional "We Shall Overcome" no início da década de 1960 viraram um hino do movimento de direitos civis.

Janet, de 50 anos, a filha mais nova da famosa família Jackson, é uma das cantoras pop mais conhecidas do mundo mas ainda espera sua vez de entrar no Hall da Fama, mesmo tendo se tornado elegível em 2007. Esta foi sua segunda indicação.

Yes e Electric Light Orchestra viveram o auge da fama nos anos 1970 e 1980 com discos conceituais e cenários de show elaborados, e o Pearl Jam foi influente no cenário musical da década de 1990.

O Journey se tornou uma das bandas de pop rock mais comerciais da história, e sucessos como "Don't Stop Believin'" e "Faithfully" vêm conquistando gerações de ouvintes.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos