Dezesseis são feridos em explosão em igreja católica nas Filipinas

MANILA (Reuters) - Dezesseis pessoas foram feridas na explosão de uma granada no lado de fora de uma igreja católica durante uma missa de Natal na ilha Mindanao, no sul das Filipinas, disseram a polícia e um padre neste sábado.

Forças de segurança no Sudeste Asiático estão em alerta às vésperas do Natal e do Ano Novo após policiais na Austrália e na Indonésia terem dito que evitaram bombardeios planejados. As forças de segurança na Malásia, por sua vez, prenderam suspeitos de serem militantes. 

Nenhum grupo reivindicou responsabilidade pelo ataque de Mindanao, mas rebeldes muçulmanos e extremistas islâmicos são notoriamente ativos na província, onde houve explosões no passado.

Bernardo Tayong, o chefe de polícia de Midsayap, disse que a maioria dos feridos estava no lado de fora da igreja Santo Nino, em Midsayap, North Cotabato.

Um policial foi ferido porque estava em pé próximo a um carro de patrulha onde a granada explodiu, a cerca de 30 metros da entrada da igreja, disse Tayong.

Tayong afirmou que especialistas em bombas ainda estavam no local. Há relatos de que outra granada ou bomba improvisada também tenha sido deixada na região. "Os detalhes ainda são incertos", disse.

Em setembro, 14 pessoas morreram e 70 ficaram feridas quando uma bomba improvisada explodiu em um mercado lotado em Davao, cidade natal do presidente Rodrigo Duterte. Nove pessoas ligadas a um grupo militante filiado ao Estado Islâmico foram presas pelo ataque. 

(Por Manuel Mogato)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos