Atriz Carrie Fisher, de "Star Wars", morre aos 60 anos

Por Steve Gorman

NOVA YORK (Reuters) - A atriz Carrie Fisher, que ficou famosa como a personagem Princesa Leia da saga "Star Wars", morreu nesta terça-feira aos 60 anos, informou sua família.

Carrie, uma ativista da saúde mental que falava sobre sua própria luta contra o transtorno bipolar e o vício em cocaína, sofreu um ataque cardíaco na sexta-feira, no avião, enquanto retornava para Los Angeles.

Filha da atriz Debbie Reynolds e do falecido cantor Eddie Fisher, ela estava voltando da Inglaterra, onde estava filmando a terceira temporada do seriado britânico "Catastrophe".

"Obrigada a todos que apoiaram os dons e talentos da minha amada e incrível filha", disse Debbie no Facebook. "Eu agradeço seus pensamentos e orações que agora a estão guiando para sua próxima parada".

O amigo e ex-protagonista de "Star Wars" Mark Hamill, que interpretou o irmão de Leia, Luke Skywalker, disse em um tuíte: "Sem palavras. #Devastado".

Carrie foi atendida pelos paramédicos e levada às pressas para o Centro Médico Ronald Reagan, após ter sofrido um ataque cardíaco durante o voo.

Carrie retomou o papel na volta da franquia Star Wars no ano passado pela Disney, com o filme "O Despertar da Força", como a madura General Leia Organa, líder do movimento de resistência contra a maligna Primeira Ordem.

As filmagens de "Star Wars: Episode VIII", que deve estrear em dezembro de 2017, foram concluídas em julho. Será a próxima aparição de Carrie como Leia.

A Princesa Leia faz uma aparição surpreendente no final de "Rogue One", o mais recente sucesso da franquia "Star Wars", que estreou este mês.

Ela deixa a mãe, uma filha, Billie Lourd, e seu irmão, Todd Fisher.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos