Cessar-fogo na Síria não inclui Estado Islâmico e milícia curda, diz porta-voz de rebeldes

ANCARA (Reuters) - O cessar-fogo na Síria garantido por Rússia e Turquia não inclui o Estado Islâmico e a milícia curda YPG, disse nesta quinta-feira um porta-voz dos rebeldes sírios.

Em uma entrevista coletiva em Ancara após o anúncio do acordo, Osama Abu Zaid, um porta-voz da aliança rebelde Exército Livre da Síria, também afirmou que o partido curdo-sírio PYD não fará parte das conversações sírias planejadas para Astana, capital do Cazaquistão.

(Reportagem de Tulay Karadeniz e Humeyra Pamuk)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos