Premiê indiano defende retirada de circulação de notas altas e anuncia incentivos

Por Rupam Jain e Malini Menon

NOVA DÉLHI (Reuters) - O primeiro-ministro indiano, Narendra Modi, anunciou uma série de incentivos aos pobres, agricultores, mulheres e pequenos empreendedores em um discurso especial de Ano Novo neste sábado, além de defender a surpreendente decisão de eliminar as notas altas de dinheiro no país.

A retirada das notas de 500 e 1.000 rupias no último dia 8 de novembro causou caos generalizado e descontentamento em um país onde o dinheiro vivo é dominante, e o discurso televisionado foi visto como uma oportunidade para oferecer ajuda financeira às pessoas que sofrem mais.

Modi havia prometido que as condições iriam melhorar no final do ano, mas os indianos tiveram de ficar em filas do lado de fora dos bancos durante horas para depositar dinheiro velho ou retirar quantidades limitadas de novas notas.

Analistas preveem que o crescimento econômico neste trimestre será atingido como resultado da medida.

Mas Modi acredita que os ganhos a longo prazo compensarão a aflição deste primeiro momento. Sua decisão radical visava banir a economia paralela, aumentar os impostos, derrotar a corrupção e avançar rumo a uma sociedade sem tanto dinheiro vivo.

"Nesta luta contra a corrupção e o dinheiro sujo é claro que vocês gostariam de caminhar ombro a ombro com a gente (o governo)", disse Modi. "Para nós, no governo, isso é uma bênção".

O primeiro-ministro, que chegou ao poder em 2014 com promessas de erradicar a corrupção, disse que as autoridades estão firmemente dispostas a cumprir as medidas.

"As ofensas graves cometidas por funcionários de bancos e do governo vieram à luz. Ninguém será poupado", disse ele.

O discurso acontece semanas antes do governo anunciar seu orçamento anual, provavelmente em fevereiro, e antes de uma eleição crítica no estado nortista de Uttar Pradesh.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos